Já pensou em gerar a sua própria energia?

De janeiro de 2021 até abril tivemos a bandeira amarela, em maio foi para a bandeira vermelha patamar 1, junho e junho estão na bandeira vermelha patamar 2, isso quer dizer que neste mês pagaremos R$9,49 a cada 100kWh.

Quem tem sorte são os nossos clientes que só pagam o mínimo nas suas contas de energia!

De janeiro de 2021 até abril tivemos a bandeira amarela, em maio foi para a bandeira vermelha patamar 1, junho e junho estão na bandeira vermelha patamar 2, isso quer dizer que neste mês pagaremos R$9,49 a cada 100kWh, o ministro pediu para a população economizar energia e fazer uso racional dos recursos. Em seu novo comunicado o Ministro das Minas e Energia descartou a possiblidade de racionamento ou mesmo apagão no país. Este aumento da bandeira tarifaria vermelha 2 atinge diretamente as contas de energia, pois devido a crise hídrica o país provavelmente ficará nesta bandeira até chover e melhorar o nível dos reservatórios.

Preocupados com mais este aumento, muitas pessoas buscando alternativas para minimizar os efeitos negativos que sempre tem estes aumentos no comércio, nas indústrias e também nas casas dos brasileiros,  uma alternativa é a instalação de sistemas de geração de energia solar fotovoltaica.

O Brasil neste ano entrou para a lista dos 10 países que mais instalam energia solar no mundo, com uma potência com 1,2 GW de potência instalada somente em 2021 batemos mais um recorde anual. A grande maioria das instalações foram feitas por consumidores buscando realmente uma economia ou contenção de gastos dos comércios, indústrias e agronegócios.

Atingindo a marca de 6gW de potência instalada nos telhados, fachadas das residências, comércios, indústria e produtores rurais, segundo o mapeamento da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), essa potência já corresponde a um terço da produção da usina hidrelétrica Itaipu. Apesar dos números serem realmente interessantes, a porcentagem dos 87 milhões de consumidores de energia elétrica do país, os que geram a própria energia através dos painéis fotovoltaicos corresponde a 0,7% apenas.

Esperamos que a aprovação do Projeto de Lei (PL) nº 5.829/2019 melhore a performance do setor de energia solar, apesar de ser ainda cedo para avaliar os impactos da lei no setor, é de grande interesse para toda a sociedade ser cada dia mais sustentável, renovável e limpa.

A geração própria de energia além de economizar água dos reservatórios, ela melhora o desempenho da rede, diminui as perdas de energia e consequentemente colaboram para adiar o uso das usinas termelétricas. A previsão é de que os investimentos em energias renováveis, principalmente a energia solar fotovoltaica esteja na casa dos R$140 bilhões de reais até 2050, e que tenha uma redução de custos de outros R$173 bilhões.

Compartilhe: