EXÉRCITO MINISTRA CURSO DE PAINEL SOLAR NA FRONTEIRA

O material vai ser destinado à geração de energia elétrica para os Próprios Nacionais Residenciais (PNR) localizados nos Pelotões Especiais de Fronteira (PEF) que ficam situados na área de responsabilidade do Comando Militar da Amazônia (CMA).

No mês passado foi realizado, no Parque Regional de Manutenção da 12ª Região Militar (Pq R Mnt/12), o primeiro treinamento para a instalação de kit de geração de energia solar. O material vai ser destinado à geração de energia elétrica para os Próprios Nacionais Residenciais (PNR) localizados nos Pelotões Especiais de Fronteira (PEF) que ficam situados na área de responsabilidade do Comando Militar da Amazônia (CMA).

O treinamento capacitou 12 militares. De acordo com o Comandante do 2º Grupamento de Engenharia (2º Gpt E), General de Brigada Marcelo Pereira Lima de Carvalho, o projeto de instalação de placas de geração de energia fotovoltaica, que converte luz solar em energia elétrica, entra para a história do CMA.

Segundo o comandante, o projeto vai proporcionar mais conforto à família militar, residente nos PEF, que não tem acesso à energia elétrica e depende de microusinas e geradores para suprir suas necessidades. A energia de luz solar vai complementar a ausência de energia, quando do desligamento de outras fontes, principalmente, no período noturno. O kit solar possui seis painéis, quatro baterias e um inversor de 2KW, que levarão a energia para as residências dos militares e grêmios de cabos e soldados. O engenheiro militar e gerente do projeto, Major Fábio Huss, do 2º Gpt E, ressaltou a importância estratégica da geração de energia elétrica para a presença do Exército nas ações de defesa das fronteiras da Amazônia Ocidental brasileira.

O treinamento capacitou, inicialmente, os militares do 2º Gpt E, da Comissão Regional de Obras (CRO) e do Pq R Mnt/12. No futuro, os militares e familiares residentes nos PEF também serão treinados sobre a manutenção das placas fotovoltaicas. Os kits serão instalados no 5º PEF, localizado em Maturacá, subordinado ao Comando de Fronteira Rio Negro/5º Batalhão de Infantaria de Selva. Posteriormente, novos kits serão instalados no 2º PEF (Querari), no 6º PEF (Pari Cachoeira) e no 4º PEF (Surucucu).

Estiveram presentes na abertura do evento o Comandante do 2º Grupamento de Engenharia (2º Gpt E), General de Brigada Marcelo Pereira Lima de Carvalho, o Comandante do Pq R Mnt/12, Tenente-Coronel Bordeaux, oficiais instrutores do projeto e os 12 militares que foram capacitados. Fonte: 2º Grupamento de Engenharia.

Compartilhe: